trineta de José Antônio Pereira falece aos 72 anos em Campo Grande

Por Antonio Nogueira 28/06/2020 - 14:48 hs

“Ela era nossa matriarca e a gente sente muito mesmo. Ela é uma das últimas dessa descendência que mantinha viva a memória e por isso, estamos meio perdidos agora”, sustenta Lucilene, já que além de sua mãe, falecida no ano passado, outros dois filhos de Helena que gostavam de conhecer e contar sobre a descendência, também morreram.


“Há seis filhos dela (Helena) vivos, mas muitas vezes sentimos como se família estivesse acabando. Mesmo com toda uma geração de netos, parece que os que vem, os mais novos, não têm a mesma força, a mesma garra que os antigos”, lamenta.


Ela procurou o Campo Grande News a pedidos do filho dela, de apenas 11 anos, que gosta sempre de se apresentar como tataraneto de José Antônio Pereira e viu na reportagem, uma forma de manter a história de Helena, bem como de seus fundadores, viva.


Filha do bisneto de José Antônio Pereira, José Antônio de Souza, Helena “fez de tudo” para cuidar dos nove filhos que teve. Trabalhou lavando roupa “pra fora”, fazendo faxina e vendendo roupas também.


“Era humilde, sem condições, porque sempre lutou e deu conta de criar todos os filhos, da casa e da família. Temos muito orgulho dela porque sempre foi guerreira”, sustentou Lucilene. - CREDITO: CAMPO GRANDE NEWS